Mais assuntos

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Conversas picantes de Pastor Marcos Pereira vazam

Segundo noticiado pelo site Extra, o Pastor Marcos Pereira teve conversas picantes com algumas mulheres e as conversas foram gravadas e divulgadas na Internet.

O pastor é acusado de diversos crimes, dentre as acusações, pende promover orgias em um apartamento de luxo.

De volta a colocar os pés no chão, me impressiona como a mídia é estranha. Essas conversas em nada se relacionam com estupro, pelo contrário, a interlocutora do pastor parece bem receptiva. sem contar que promover orgias em apartamento de luxo não é crime, tanto que nossos políticos fazem uso desse artifício, inclusive como moeda de troca para apoio político.

Conversas picantes em nada se relacionam com estupro, até porque eu tenho várias conversas picantes, mas como a pessoa com quem eu tenho essas conversas picantes é a mãe dos meus filhos, não são crimes.

O adultério deixou de ser crime no Brasil faz um tempinho já, então, shhhhh!

Eu não entendo, sinceramente, o escangalhaço que essas notícias provocam.

Até este blog que é dedicado a publicar bizarrices protestantes acha que se não houver informação relativo ao crime, pare de ficar revirando a intimidade do pastor. É herege, é fornicador, é pecador? É tudo isso, e daí? Você fala como se você não tivesse pecados também.

Aliás, deve ser inveja de um cara feio como o pastor Marcos Pereira estar passando a vara nas menininhas e você que se acha gostosão só ter orgasmos assistindo pornografia pela Internet.

De maneira nenhuma defendemos o pastor fornicador, pelo contrário, não concordamos com ele, nem teologicamente, nem com as atitudes, mas já encheu o saco essa invasão. Esse tipo de escuta não pode vazar de jeito nenhum e o Estado deve ser processado por culpa de seus agentes. Se fosse a confirmação dos crimes que a ele são imputados, vá lá, mas esses detalhes sórdidos não interessam a ninguém.

De qualquer forma, trata-se de uma bizarrice protestante e fica registrada no nosso site.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Padre da Igreja Anglicana é suspeito de estuprar crianças na Grande Curitiba

A Polícia Civil do Paraná procura pelo padre Vinicius Ferreira de Lima, de 36 anos, da Igreja Católica Anglicana, acusado, dentre outras coisas, de abusar sexualmente de crianças e adolescentes.

Os depoimentos usados pelo Ministério Público para pedir a prisão do padre Vinícius foram feitos por três adolescentes, todos com 13 anos, que viveram no abrigo comandado pelo religioso. Os menores disseram que sofreram abusos sexuais.

Em entrevista à Banda B, nesta quarta-feira (8), o delegado Amarildo Antunes, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), responsável pela investigação do caso, disse que um mandado de prisão preventiva contra o religioso foi decretada na última segunda-feira (6) pela Justiça de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Até o momento, Lima não foi encontrado, por isto é considerado foragido.

Conforme os policiais, ele desapareceu da cidade e não é encontrado em nenhum dos prováveis endereços.

“Este padre era o responsável por um orfanato em Campina Grande do Sul e estava sendo investigado depois de graves denúncias de estupro de vulneráveis (crianças e adolescentes). O religioso também é denunciado por maus tratos e trabalho infantil. Não podemos dar mais detalhes porque o inquérito policial segue em segredo de Justiça”, iniciou o delegado.

“Fizemos buscas para prendê-lo, mas como o padre não foi encontrado agora ele é considerado foragido. Quem tiver informações sobre ele pode entrar em contato com o Cope pelo telefone: (41) 3217-2900”, complementou Amarildo Antunes.
O advogado de Vinicius Ferreira de Lima, padre da Igreja Anglicana Tradicional do Brasil, procurado pela polícia por suspeita de ter molestado sexualmente adolescentes, disse que as supostas vítimas teriam inventado a história. Para o jurista Heitor Frabretti Amanti, o objetivo dos jovens seria prejudicar o religioso.

O padre trabalhava dirigindo um orfanato, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo os diretores, ele está afastado do cargo desde fevereiro deste ano. “[O padre] tratava-los um pouco mais rigidamente, exigia disciplina, que arrumassem a mesa, a sua cama, que lavassem seus pratos, lavassem o banheiro. Alguns se revoltaram e resolveram fazer isso, que eu chamo de uma farsa armada contra o Vinícius”, defende o advogado.

De acordo com a juíza Paula Candeo Figueira, que assinou o mandado de prisão, além dos depoimentos, ela se baseou também em escutas telefônicas e em uma perícia no computador usado pelo padre. Ainda segundo ela, o religioso tentou coagir as vítimas por meio de uma funcionária do abrigo. “O crime de estupro de vulnerável é um crime grave e a tentativa do réu de tentar fazer desaparecer essas provas, prejudicando a instrução criminal, foi decisivo na tomada dessa decisão”, afirma,

Fontes:
http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2013/05/farsa-armada-diz-advogado-de-padre-suspeito-de-abusar-de-menores.html

http://www.bandab.com.br/jornalismo/policia/padre-da-igreja-anglicana-e-suspeito-de-estuprar-criancas-na-grande-curitiba-54630/

Vídeo mostra prisão do pastor suspeito de abusar de fiéis no RJ

Marcos Pereira comanda a Igreja Assembléia de Deus dos Últimos Dias. Parte dos crimes aconteceram em apartamento em Copacabana, Zona Sul.
Imagens gravadas pela Polícia Civil do Rio mostram o momento da prisão do pastor Marcos Pereira, que comanda a Igreja Assembléia de Deus dos Últimos Dias. Uma investigação, que começou há um ano, aponta que ele estuprou seis mulheres, três delas menores de idade, conforme mostrou o Bom Dia Rio desta quarta-feira (8/05/2013).

A prisão ocorreu na noite de terça-feira (7/05/2013), na Avenida Brasil, quando o pastor seguia em direção a Copacabana, na Zona Sul da cidade. Ele estava acompanhado por fiéis. Contra Marcos, havia dois mandados expedidos pela Justiça.

De acordo com as investigações, parte dos crimes aconteceram em um apartamento na Avenida Atlântica, localizada no mesmo bairro. O local seria usado pelo religioso para promover orgias e violência sexual. O imóvel, avaliado em R$ 8 milhões, está registrado em nome da Assembléia de Deus dos Últimos Dias.

Fiéis da igreja

As seis mulheres, que são fiéis da igreja, afirmaram que foram abusadas sexualmente pelo religioso. Dentre as vítimas, está a própria esposa e uma mulher que disse ter sido estuprada dos 14 aos 22 anos. Na chegada à delegacia, Marcos Pereira disse que ainda não tinha detalhes da acusação e preferiu não comentar a prisão preventiva.

O pastor ficou conhecido por ajudar na reabilitação de dependentes químicos e no resgate de criminosos que seriam mortos por traficantes. Em 2004, ele negociou o fim de uma rebelião em presídio do Rio. Marcos Pereira deve ser transferido nesta quarta-feira (8) para o Complexo de Bangu, na Zona Oeste.

Há um ano, líder do AfroReggae fez denúncia. Em fevereiro de 2012, o líder do AfroReggae José Junior prestou depoimento à Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) sobre supostas ameaças que o pastor teria feito ao grupo. Segundo Júnior, Marcos teria, também, participado da onda de ataques cometidas por traficantes no Rio, entre 2006 e 2010.

Na ocasião, em nota, o religioso respondeu: "Durante muitos anos atraímos o olhar desconfiado de muitas pessoas, o que me colocou sob investigação e monitoramento intenso e permanente dos órgãos policiais, sem que nenhuma, repito, nenhuma ligação minha ou da igreja que presido tenha sido identificada. Trabalhar com criminosos visando a sua recuperação é diferente de se envolver com criminosos, e esta fronteira eu nunca ultrapassei".

Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2013/05/video-mostra-momento-da-prisao-do-pastor-suspeito-de-abusar-de-fieis-rj.html

terça-feira, 7 de maio de 2013

Homem tatua diversos símbolos da Record pelo corpo

José Gois, que se intitula o Homem Record possui cerca de 89 tatuagens alusivas à insituição espelhada pelo corpo, inclusive no rosto.

As tatuagens variam entre logos da emissora, logos de telejornais, escritas religiosas, provavelmente por ser, o fã(nático) pela emissora, membro da Universal.

José vive na cidade de Caxias do Sul e sonha em conhecer a Record e seus apresentadores, atores de telenovelas e tudo mais, sonho que pode estar prestes a se realizar porque alguns apresentadores, como Mion e o diretor Homero Sales demonstraram interesse em apresentar essa atração bizarra nos programas Legendários e do Gugu.

O Homem Record também tatuou o nome do apresentador Gugu Liberato no braço. Será uma facada no coração do pobre fã da Record se o apresentador mudar de emissora.

Isso é uma demonstração de quão grande é a bizarrice protestante, uma vez que o cara gasta milhares de reais com tatuagens, paga o dízimo para enriquecer o bolso dos pastores e não faz nada de concreto em auxílio do próximo. Quando o protestantismo tirou a necessidade das obras piedosas da vida cristã, abriu espaço para que abusos como esses acontecessem, enquanto isso os católicos continuam auxiliando os miseráveis e correndo atrás de boas obras impelidos pela inspiração do Espírito Santo.

Só que o mais interessante é que o Macedão, chefe da Universal, acionista majoritária da Rede Record disse recentemente que tatuagem é coisa do Capeta. nas plavras do próprio Macedo "sua inspiração foi e é satânica"¹.

Isso mostra a desorientação existente no meio protestante.
------------------
¹ http://www.bispomacedo.com.br/2011/11/25/tatuagem-e-de-deus/
Fonte da Foto: http://www.arreganho.com.br/homem-tem-89-tatuagens-da-record-espalhadas-pelo-corpo

Rlacionados

2leep.com